Mostra de Filme Livre movimenta Círculo Artístico Teodora

A SEITA - por Clarissa Dutra 30.2

Lançamento do Cineclube adulto gratuito, com exibição do aclamado “A Seita”, e bate papo sobre ervas, chás e temperos acontecem neste sábado e domingo, no Centro Cultural, no Campeche

A decisão em movimentar cada vez mais o Círculo Artístico Teodora está sendo levada a sério pelos coordenadores do centro cultural, com sede no Campeche. Para quem curte bom cinema e a magia que existe por trás das ervas, chás e temperos, duas novidades serão apresentadas no próximo final de semana.

No sábado (20), às 19 horas, será lançado o CineClube para jovens e adultos, como parte da programação nacional da Mostra do Filme Livre. Na estreia, “A Seita”, película produzida pelo coletivo Surto & Deslumbramento, com direção e roteiro assinados por André Antônio.

“A Seita” é uma ficção científica que se passa no Recife em 2040, quando um jovem habitante de uma colônia espacial resolve voltar para a Terra. Nesse retorno ele encontra uma cidade quase fantasma e passa a viver como um dândi, num palacete semi-abandonado. A entrada é franca.

Já no domingo (21), às 17 horas, em clima de descontração total, mas com muita sabedoria partilhada, as coordenadoras do Círculo Margarida Baird e Claudia Venturi irão falar no Chá das 5 sobre ervas, temperos e chás. A ideia das organizadoras é que a cozinha do Círculo seja palco de um encontro dinâmico, onde cada participante tenha a liberdade para falar sobre as suas experiências ou apenas ouvir, caso prefira, os demais participantes.
“Uma dinâmica sensorial está sendo preparada para o grupo participante”, revela Claudia.  A conversa irá girar em torno das utilidades culinárias das ervas e suas funções curativas e energéticas. O chá será garantido pelos realizadores e serão cobrados R$5,00 de cada participante para a taxa de administração do local.

Mostra de Filme Livre

A Mostra de Filme Livre é um projeto que apoia a produção audiovisual independente, destacando filmes realizados com baixo orçamento, geralmente sem apoio estatal, e que fogem dos padrões narrativos convencionais. Para esta edição foram selecionados mais de 200 filmes de curta, média e longa-metragem, entre 1.342 obras inscritas em diversos gêneros. Muitas produções encontram no festival o primeiro e, às vezes, o único meio de difusão e reconhecimento.

Além da apresentação realizada nas sedes do Centro Cultural Banco do Brasil, nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília, os filmes integram um circuito que abrange mais de 60 cidades pelo país, com exibição gratuita em cineclubes previamente inscritos para a mostra. Em 2015, o circuito Cineclubes Livres reuniu um público de cerca de 2.500 pessoas, enquanto outras 17 mil prestigiaram as exibições durante a Mostra 2016.be

Círculo Artístico Teodora

Endereço: Servidão do Cravo Branco, 236 – Bairro Campeche – Florianópolis/SC

Para mais informaçõeshttp://circuloartisticoteodora.blogspot.com.br/

 

Registro da arquiteta Mariana Pesca

Cuba na caixa

Olhares sobre Havana. Este é o nome da exposição em cartaz no Delfino Café, no Centro de Florianópolis. Os visitantes, ao chegarem ao local, vão presenciar um formato diferente de mostra, que foge do convencional. As 30 imagens da capital cubana,...