Um Chá maluco

0 Flares 0 Flares ×

chaHavia uma mesa arrumada embaixo de uma árvore, em frente à casa, e a Lebre  de Março e o Chapeleiro estavam tomando chá; um Leirão estava sentado entre os dois, dormindo profundamente, e os outros dois o usavam como almofada, descansando sobre ele e conversando sobre sua cabeça. “Muito desconfortável para o Leirão”, pensou Alice, “mas já que ele está dormindo, acho que não se importa.”

A mesa era bem grande, mas os três amontoavam-se num canto. “Não tem lugar! Não tem lugar!”, eles gritaram ao ver Alice chegando. “Tem muito lugar!”, disse Alice com indignação, e sentou-se em uma grande poltrona numa das cabeceiras da mesa.

“Tome um pouco de vinho”, a Lebre de Março ofereceu em um tom encorajador. Alice olhou ao redor por sobre a mesa e não havia nada senão chá.

 “Eu não vejo nenhum vinho”, ela observou.
“Não tem nenhum mesmo”, retrucou a Lebre de Março.
“Então não é muito educado de sua parte oferecer”, respondeu Alice com raiva.

“E não é muito educado de sua parte sentar-se sem ser convidada”, disse a Lebre de Março. “Eu não sabia que era sua mesa”, insistiu Alice, “ela está arrumada para muito mais que três convidados…” (Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll)


0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

2 comments

Deixe uma resposta