Sra. SketchUp

0 Flares 0 Flares ×

Rélou, moçada!!!

Não bastassem os tantos compromissos que tenho diariamente, resolvi engatar um curso de Decoração e Design, que finalizei em novembro de 2012, com um outro de SketchUp.

A necessidade se deu porque sentia muita dificuldade em explicar um projeto para as clientezinhas queridas, passar as referências e fazer com que elas visualizassem o que eu estava propondo sem que tivessem uma imagem próxima daquilo que eu falava.

Pois bem, como sou teimosa e decidida, resolvi que tinha de aprender a manusear o tal programa, que é extremamente versátil e  uma aporrinhação  mais ou menos fácil de usar.

O Sketch (tô íntima) é muito utilizado na área de arquitetura, devido a sua facilidade de modelagem de estudos de formas e volumes tridimensionais.  Os desainers de móveis e de produtos, os desenhistas técnicos e os escultores também usam esse programinha que cria modelos em 3D no computador e dá uma noção de como ficará o projeto final.

Encafifada em desenvolver esta nova habilidade, procurei uma criatura com tolerância suficiente para não me jogar o mouse na cabeça. Encontrei a mestre perfeita, a Cléo, uma querida projetista e designer, que além de me ensinar muita coisa tem uma paciência de Jó, me motiva e sempre deixa eu falar bobiças no meio das aulas. Ah, e ainda traz docinhos para o nosso café.

Beijo no ombro, Cléo!

Depois de enlouquecer e deixar até o marido surtado a cada vez que o programa travava (não eram poucas vezes e é uma b$#@!) e de rodopiar com os objetos e móveis por todos os ângulos possíveis, consegui montar um ambiente baseado na planta da minha sala, que mede 7,8m X 3,5m.

Atualmente ela está dividia em três ambientes e dei continuidade a essa ideia no programa. Com um porém – na parte que hoje utilizo como canto de leitura, está programado um home office.

É claro que tudo ainda está meio amador, já mudei e tirei muitos objetos e estofados, mas eu queria apresentar para vocês o meu primeiro  trabalhinho e mostrar o quanto sou uma menina aplicada.

No começo, quando os móveis e paredes voavam e sumiam eu ficava meio macambúzia e batia uma mini-deprê. Mas agora que sei um pouquinho como fazer eles pararem de flanar pelos ambientes, tô bem feliz e saltitante. E quando dá errado, coitado do querido que divide a bancada de trabalho comigo. Ao menos ele se atualiza nos palavrões, né?

O ambiente:

Paredes – Cinza e com tijolinhos aparentes

Rodapés – brancos

Porta de entrada – amarela (pitovante)

Piso – madeira de demolição

Cortina – Voal

Sofá e poltronas – muito couro, vou mudar

Porta fone de ouvidos à esquerda da TV

Móvel do Home – abriga desktop, bar e uma vitrolinha

Tapete redondo vermelho – sai (não curti!)

Mesa de centro – um pufe grandão e macio para colocar os pés

 

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

4 comments

  1. Helck says:

    Esse Sketchup é muito legal. Excelente ferramenta para arquitetos, decoradores e, principalmente, para quem contrata os serviços desses profissionais. Com ele, consegui mostrar o que queria para a minha arquiteta preferida (minha sobrinha) quando fizemos o projeto da casa. Até a cor da casa foi decidida no “ketchup”. Como eu dizia para ela: “hoje vamos viajar no ketchup”.
    Altas viagens para você!!!!
    Beijos!
    Helck

    Ahhh, fiz um trio de almofadas que achei a tua cara, mostro logo lá no bloguinho 😉

Deixe uma resposta