O poder da luz para inovar e fazer a diferença nos negócios

0 Flares 0 Flares ×

iluminacao

Relatório do Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae orienta empresários do setor moveleiro a conhecer e aplicar conceitos de iluminação em projetos e novos produtos

O mobiliário e a decoração são os elementos-chave de um projeto de interiores. Enquanto o mobiliário está mais relacionado à funcionalidade e ergonomia do local, a decoração envolve o senso estético para criar uma atmosfera específica, seja urbana, romântica ou despojada. Mas em ambos os casos há um detalhe de extrema importância aos ambientes: a iluminação. O relatório do Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae apresenta aos empresários e empreendedores do setor de móveis, dicas e orientações, além de possíveis oportunidades de negócio, como a oferta de serviço de projeto luminotécnico e elétrico, o desenvolvimento de luminárias e objetos de design com iluminação integrada.

Pontos de luz bem definidos e posicionados são capazes de transformar o local, que podem ser trabalhados em diversas condições: pontos estruturais no ambiente, como parede e teto, nos objetos de decoração ou no mobiliário, embutidos ou sobrepostos. Antes de buscar orientações e dicas, é importante conhecer alguns conceitos, como a abertura de facho (ângulo de abertura que a luminária proporciona), a intensidade (o quanto determinada fonte emite) e a cor (tonalidade) e ofuscamento (quando a má distribuição da iluminação dificulta a distinção de detalhes e objetos).

Cada ambiente demanda cuidados específicos nos projetos de iluminação. Em um hall e nas áreas de circulação, como corredores, a luz pode estar em pontos embutidos no chão, servindo de guia, sem necessariamente iluminar o ambiente por completo, mas indicando uma direção. Em ambientes pequenos, pode-se investir em peças com destaque, com um formato diferenciado e criativo de iluminação. A sala de jantar, por sua vez, pede mais elegância e informalidade. O ponto de destaque está na mesa, que pode receber lustres fixos, pendentes ou iluminação indireta no gesso com fita de LED, para quando a mesa não estiver sendo utilizada.

O escritório, seja residencial ou corporativo, é um dos ambientes que mais necessita de luz. Recomenda-se que as bancadas sejam três vezes mais iluminada do que outras áreas. Na cozinha, um ambiente funcional, é preciso trabalhar com cores frias, que despertam mais a atenção do usuário – as luzes podem ser embutidas, com boa intensidade, ou pendentes na bancada de refeição.

O relatório do SIS destaca alguns sites e produtos desse segmento, que podem servir de inspiração para novos negócios, como o portal de campanhas de desconto Westwing, que oferece promoções, por um período pré-determinado, de sofás, cadeiras, louças, luminárias e outras categorias. O fun design de marcas como Imaginarium, e os formatos criativos oferecidos pela Usare também ajudam a compor ambientes exclusivos.

Para os empresários do setor de móveis que querem investir em projetos de iluminação diferenciados e criativos, o SIS Sebrae recomenda:

 

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta