“Jiro Dreams of Sushi”

0 Flares 0 Flares ×

 

jiro

Hoje quero apresentar outro tipo de lindeza, a da perfeição de um trabalho sutil e extremamente saboroso.

Com vocês, o documentário  “Jiro Dreams of Sushi”, sobre Jiro Ono, lendário sushiman de 85 anos, dono do Sukiyabashi Jiro, um pequeno restaurante próximo a uma estação de metrô em Tóquio, premiadíssimo com 3 estrelas no Guia Michelin e reconhecido pelo governo japonês como tesouro nacional.

Esse é um filme não só sobre comida, mas sobre uma vida de dedicação em busca da perfeição. O próprio Jiro experimenta os pratos antes de servir. “Se não estiver bom, eu não sirvo. Tem que estar melhor do que da última vez”.

O restaurante de apenas 10 lugares serve sushi e mais nada que possa tirar o gosto de sua obra. A obsessão pela busca do sushi perfeito é tal que seu restaurante não serve bebidas ou aperitivos – é sushi do início ao fim. O almoço ou o jantar precisa ser reservado com um mês de antecedência e pode durar apenas 15 minutos. Uma refeição com 20 peças de sushis está por volta de 30.000 yenes, cerca de R$760,00, e atrai gourmets e chefs de todo o mundo

Acharam caro? A fila de espera para provar o rango do Jiro é grande, viu bobinhos? Ah, se não tiverem paciência vão comer sushi com cream cheese e não me encham os pacovás!

O sucesso do Sukiyabashi Jiro foi construído com a disciplina e a obstinação características dos japoneses, que reergueram em alguns anos um país arrasado durante a Segunda Guerra Mundial.

Para Jiro, os tempos difíceis começaram bem antes da guerra. Abandonado em um orfanato aos nove anos pelo pai alcóolatra, teve que começar a trabalhar ainda criança, quando começou a lidar com comida.

Ao lado de Jiro estão os filhos. Um já abriu seu próprio restaurante, e o mais velho, Yoshikazu, é seu braço direito e levará adiante as criações do pai. É Yoshikazu quem vai todas as manhãs para o mercado de peixe Tsukiji onde escolhe meticulosamente seus ingredientes – peixes frescos dos melhores fornecedores.

No seu laboratório, Jiro vive uma busca incessante pela perfeição. E esta foi a lição passada para seus filhos, os aprendizes com quem foi mais duro.

E falando em simplicidade e coisas feitas com amor, o sushiman mais aclamado do mundo vai e volta do trabalho de metrô, nunca tira férias e fica incomodado durante os feriados, ansioso para voltar ao trabalho.

A  história de Jiro explica um pouco a forma como ele conduz a vida hoje. Quando deixou o orfanato, ouviu as palavras que diz ter “carregado para sempre” e que, segundo ele, são parte de seu sucesso: “você não tem uma casa para voltar”. “Eu sabia que, a partir dali, eu dependia só de mim”, conta ele. “Uma vez que você escolhe a sua profissão, você deve se dedicar integralmente a aperfeiçoar as suas habilidades, diariamente. Esse é o segredo do sucesso. É a chave para conquistar respeito.”

O Jiro Dreams of Sushi  foi lançado na gringa em março deste ano. Mas acho que ainda não chegou ao Brasil.

Como eu sou uma blogueirinha muito querida, deixo aqui o trailer do documentário e outro sobre uma visita que o maluquete  e chef incensadíssimo Anthony Bourdain (amo!) fez ao Jiro. Deliciem-se!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=3VoyapV9j9A]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=asH4jhr8E20]

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta