Conteúdo de Valor – Escrever com técnica, com Rogério Godinho

0 Flares 0 Flares ×

Imagem-capa

*Por Rogério Godinho

Você lê um texto eletrizante. Inesquecível. Passa o dia pensando em como gostaria de possuir aquela habilidade. Já lhe disseram que você escreve bem, mas nenhum de seus textos conseguiu atingir um efeito de tal dimensão. A verdade é que aquelas linhas bem traçadas estão repletas de técnicas ocultas – você não enxerga, mas estão todas lá.

Então, você se senta diante do computador, inspirado pelo que leu, disposto a redigir algo memorável, que vire tema de comentários no bar e na internet. Seus dedos dançam no teclado, tentando acompanhar as ideias que jorram em aparente sequência lógica. O celular pisca e as janelas da rede social chamam, mas você ignora e segue no encalço daquela ideia obscura.

Perto do fim, a inspiração fraqueja, as palavras minguam e você teme que o resultado pouco se assemelhe ao que ia pelo seu espírito. Mesmo assim, ao concluir, vem a clássica sensação de pós-parto que sucede o trabalho intelectual: alívio, realização e um inebriante orgulho maternal. Consumido pelo esforço, faz uma última leitura rápida e publica. E espera. Decorridos alguns dias, você admite a distância entre o real e o desejado. A audiência discordou, ignorou ou simplesmente esqueceu sua obra.

Aí você pensa: “vai ver, falta talento”.

Errado.

Sua habilidade está sendo desperdiçada pelo desconhecimento das ferramentas mais importantes da criação literária, desde a concepção inicial da mensagem até a última leitura antes de publicar. Pois é, caro redator, há técnicas até mesmo para a hora de revisar. A maioria dos bons escritores aprendeu tudo isso sozinho. Mas, depois de décadas em um aprendizado exaustivo e errático, eles aprenderam a escrever por instinto.

Você pode imitá-los e, talvez, chegue lá – se tiver talento e tempo para desperdiçar. Mas, tenha ou não talento, você também pode aprender como transformar o instinto ocasional em técnica, de maneira constante e consciente.

Isso significa descobrir a relação entre o caos e a ordem e como evitar que o leitor pare de ler. Quais são as áreas nobres da estrutura do texto e quais os diferentes tipos de fechamentos – cada um com seu efeito particular. A escolha de palavras fortes e onde colocá-las e a arte do ritmo, que permite até mesmo controlar a velocidade com que o leitor seguirá, linha após linha.

Com esse conhecimento, o mundo se transforma. E você descobre que passou a vida tateando em um quarto escuro, desastradamente derrubando a mobília e, –  somente em raros dias de sorte – encontrando o objeto desejado.

É hora de abrir os olhos e deixar de lado a confiança cega na inspiração para dar uma espiada no que se esconde por trás das aparências. É hora de conhecer a técnica.

Quer escrever um texto incrível como esse acima? Inscreva-se na jornada Conteúdo de Valor e aprenda com Rogério Godinho dicas e técnicas para aprimorar seu texto e ter o impacto que você quer com suas palavras!

Público-Alvo

Executivos, ativistas, empreendedores e outros perfis com a necessidade de escrever artigos e textos de grande impacto. Ainda redatores, jornalistas e qualquer profissional do texto.

Conteúdo Resumido

  • O objetivo de um artigo
  • Como convencer, disseminar e marcar a mensagem desejada.
  • Estrutura
  • Narrativa de um conceito, caos, complexidade e o desejo de continuar lendo.
  • Técnicas gerais
  • Força, ritmo, drama, enumeração e outros recursos.
  • O brilho do texto
  • O que torna um texto memorável.
  • A narrativa
  • O uso em um texto dissertativo. Como e quando.
  • Finalização
  • Fechos, polimento e revisão.
  • Aproveitamento posterior
  • Como usar ao máximo o que foi aprendido. O impacto na leitura cotidiana.

Investimento

R$ 280,00 (cinco palestras + almoço + coofe break)

Para se inscrever

*Desconto de R$ 90,00 para jornalistas!!

Sobre Rogério Godinho

Rogério Godinho é jornalista e biógrafo. Trabalhou em diversos veículos da grande imprensa, como a Gazeta Mercantil e a Forbes Brasil. Foi ainda editor-executivo e associado das revistas B2B Magazine e Consumidor Moderno. Durante um longo período, produziu especiais para o jornal Valor Econômico. Estudou história global e globalização em Harvard e frequentou o Massachusetts Institute of Technology (MIT) como aluno-visitante de filosofia.

Como biógrafo é autor das seguintes obras:

O filho da crise, lançado 11/2011. Tema: negócios

Tente outra vez, em 11/2014 Tema: direitos humanos

Nunca na solidão, em 12/2014. Tema: ética e sustentabilidade

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta